Polícia Militar começa nesta sexta-feira execução de policiamento ostensivo para o Carnaval

Não vai faltar policiamento no carnaval, mesmo com as ações que estão sendo realizadas nos presídios do Estado com a intervenção da Polícia Militar. Todo o planejamento começa a ser colocado em prática a partir desta sexta-feira, 22, com reforço no policiamento de rotina no Centro e nos bairros de Porto Velho, bem como medidas de segurança que serão aplicadas visando a segurança dos foliões.

A confirmação é do chefe da Coordenadoria Regional de Policiamento (CRP-I) da Polícia Militar de Rondônia, coronel Drayton Florêncio da Silva, que também faz um alerta para segurança nas residências e conscientização no trânsito para que não ocorram acidentes.

O coronel Drayton enfatizou que a estratégia não vai mudar e todo o planejamento foi intensamente discutido nos Batalhões e demais unidades da Polícia Militar, lembrando que no interior do Estado as ações de segurança no Carnaval também serão desencadeadas.

Indagado quanto ao efetivo que estará dividindo entre o policiamento ostensivo e nos presídios, o coronel deixou claro que o planejamento foi discutido minuciosamente e as atividades da intervenção do sistema prisional não irão sofrer nenhuma modificação ou baixa no efetivo. “Mesmo com a Polícia Militar empregando efetivo nos presídios em cumprimento ao decreto de intervenção nas unidades prisionais estaremos preparados para  atuarmos no policiamento de rua e em eventos, fazendo cumprir nossa missão de segurança à sociedade”, declarou o coronel Drayton.

A Polícia Militar, com base nas ações desenvolvidas nos anos anteriores, tem alguns dados que são colhidos por ocasião de policiamento. Com base nesses dados é que foi montado todo o planejamento que terá o reforço através das unidades especializadas, como Batalhões, Policiamento de Trânsito, Batalhão de Choque, Batalhão Ambiental, ou seja, explica o coronel Drayton, todas as unidades estarão atuando dentro das suas respectivas áreas fazendo suas operações conforme o cronograma elaborado para os locais de eventos.

“As atividades do carnaval serão normais independente dos outros segmentos que estarão funcionando. Então o serviço de rádio patrulhamento, as operações e todos os trabalhos que a polícia já desenvolve não sofrerão nenhuma descontinuidade”, frisa o coronel, alertando que haverá  reforço na segurança nos perímetros de eventos que será realizada pelo pessoal do Batalhão de Choque com abordagens com intuito de garantir maior segurança da população.

A Polícia Militar estará focada no sentido de manter a segurança em todos os perímetros de eventos, com o número de policiamento adequado, sem perder o foco das outras áreas da cidade. Conforme afirmado pelo coronel, a PM estará ainda com o policiamento ostensivo geral que será mantido normalmente em todos os bairros da cidade com intuído da certeza de que nos locais que não estejam ocorrendo eventos carnavalescos, também tenha segurança apropriada.

Para maior segurança durante o Carnaval, a Polícia Militar faz algumas recomendações especiais às pessoas que vão brincar. “É importante que as pessoas acolhessem essas recomendações porque em especial pessoas consumindo bebidas em garrafas de vidro, as vezes mulheres portando prendedores de cabelo de madeira e com pontiagudo que podem muito bem representar perigo. Situações como essas devem ser evitadas pois os policiais estarão atentos, uma vez que esses objetos podem muito bem se transformar em armas a exemplo do que já registramos em anos anteriores, em meio aos casos de agressões”, argumenta o coronel enfatizando, inclusive, que já houve uma conversa com representantes de agremiações para os cuidados que devem ser mantidos durante todo o trajeto e até mesmo as estratégias adotadas para as dispersões, ou seja, momento em que é mais propícios desentendimentos.

Coronel Drayton afirma que policiamento para operação Carnaval não será prejudicado com a intervenção nos presídios

O coronel Drayton finalizou deixando claro que todo o planejamento foi desenvolvido para garantir a segurança nos locais de festas, áreas residenciais e comércios durante o período do carnaval. “Em todo o Estado, serão realizados policiamentos com reforço com a intenção de promover e proporcionar ordem e segurança à população”, disse.

O Batalhão de Policiamento de Trânsito também estará reforçado durante todo o período carnavalesco intensificando a fiscalização de trânsito e atuando na Operação Lei Seca que será intensificada em todo o Estado, para evitar acidentes de trânsito, em especial aqueles causados por ingestão de bebidas alcoólicas. Conforme dados da Polícia Militar, o Carnaval é um período crítico que exige maior reforço na segurança pública, e por esse motivo as ações planejadas e integradas entre todas as unidades da PM visam otimizar todo o trabalho dos policiais militares.

DICAS QUE PODEM GARANTIR MAIOR SEGURANÇA

Assim com outras épocas festivas, o Carnaval também é sinônimo de viagem para muitas pessoas que preferem aproveitar o chamado feriadão em locais distantes e longe de folias, como sítios, retiros, bem como em outras cidades. Por esse motivo, a Polícia Militar do Estado de Rondônia tem constantemente orientado a população para cuidados que devem ser mantidos. A corporação já publicou em suas redes sociais vários vídeos com temas de segurança que devem ser observados atentamente.

Além de cuidados individuais, é preciso ter algumas cautelas com relação à segurança da residência, caso ela vá ficar sem ninguém, para não ser alvo de assaltos.

Uma das dicas importantes para quem vai sair é deixar as chaves com um vizinho de confiança ou alguém que possa passar sempre na casa. A regra apontada pela PM é de que quando se vai viajar, o ideal é que se deixe uma pessoa responsável pelo imóvel. Na ausência dessa possibilidade, a pessoa pode deixar alguém encarregado, por exemplo, de desligar as luzes, para que elas não fiquem ligadas 24h, e evitar que o imóvel fique 100% sem ninguém e, consequentemente, que sejam evitadas “visitas” indesejadas de bandidos.

CONTRA AÇÃO DE CRIMINOSOS

Também é importante que as pessoas estejam atentas às recomendações da Polícia Militar para reduzir a chance de incidentes. As orientações vão desde a preocupação com o que levar ou não para os eventos carnavalescos. Em locais onde haverá grande concentração de pessoas, o folião, por exemplo, deve evitar portar joias, celulares e bolsas a tiracolo, que podem chamar a atenção de infiltrados com intenção de furtos. Além disso, ao estacionar o veículo, é preciso que se observem locais permitidos, seguros e bem iluminados. Durante o evento, crianças devem estar acompanhadas dos pais. Evitar pedir ou dar informações a pessoas desconhecidas e priorize o contato com pessoas de referência, como policiais e bombeiros. Outra recomendação é que a população evite o consumo excessivo de álcool e que obedeça à legislação de trânsito, que proíbe a condução de veículos sob o efeito da 

Deixe sua opinião...