fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Deputados do Acre aprovam lei que proíbe Energisa de cobrar taxa de religação

Publicado

em

Acaba de ser publicada a sanção da lei que dispõe sobre a proibição de cobrança de taxas pelos serviços de religação dos serviços públicos de distribuição de energia elétrica e de abastecimento de água e saneamento básico em caso de corte por falta de pagamento.

O governo do Acre acatou a proposta da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) e decretou, na publicação do Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira, 20, a lei que proíbe a cobrança de taxa de religação pelas empresas prestadoras de serviços públicos de energia elétrica e de serviços de abastecimento de água e saneamento básico, no Acre.

Conforme o documento, a lei abrange somente casos em que a suspensão for motivada por falta de pagamento da fatura, não se aplicando quando o pedido de desligamento da unidade for solicitado pelo consumidor.

“Nos casos de suspensão do serviço por atraso no pagamento da fatura, após o pagamento do débito que motivou o corte, a concessionária deverá, no prazo máximo de seis horas, restabelecer o serviço, sem quaisquer ônus ao consumidor”, afirma o documento.

Agora, o descumprimento da regra faz com que as empresas prestadoras de serviços públicos se sujeitem às sanções administrativas previstas. O cumprimento da lei passará a ser fiscalizado pelos órgãos e/ou entidades de proteção de defesa do consumidor.

Fonte: AC24h

Mais lidas da semana

error: Ė vedada a reprodução de conteúdo sem a citação da fonte ou autorização do proprietário