Conecte-se conosco

Geral

Ação conjunta intensifica fiscalização no trânsito para combater ‘rolezinhos’ em Porto Velho

Publicado

em

Equipes de agentes de trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RO) e policiais do Batalhão de Policiamento do Trânsito (BPTran) realizaram mais uma etapa da Operação Corta Giro, durante as fiscalizações desenvolvidas domingo (28), nas ruas de Porto Velho. As ações objetivam garantir maior segurança no trânsito da cidade, coibindo possíveis infrações que possam resultar em acidentes. As equipes atuam no combate a comportamentos que vão contra as normas e leis de trânsito, combatendo ações relacionadas aos chamados “rolezinhos”, onde motociclistas realizam manobras perigosas.

De acordo com o sargento Macedo, da Polícia Militar de Rondônia, essa operação visa coibir infrações de trânsito praticadas por jovens e adolescentes que praticam “rolezinhos” (coordenação de encontros simultâneos de dezenas de pessoas em locais como praças, parques públicos e shopping centers) em Porto Velho.

Publicidade

O militar informou que, o batalhão recebeu denúncias que, nesta data eles estariam causando tumultos, passando pela zona Leste e em outros pontos da cidade. “Tivemos a sorte de abordá-los na Rua Raimundo Cantuária, onde tinham aproximadamente 70 motociclistas, e alguns motociclistas foram conduzidos até a Central de Flagrantes”, explicou.

No total, foram 12 pessoas conduzidas para a Delegacia de Polícia pelo crime referente ao art. 308 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ou seja, por participarem, na direção de veículo automotor, em via pública, de corrida, disputa ou competição automobilística, ou ainda, de exibição ou demonstração de perícia em manobra de veículo automotor, não autorizada pela autoridade competente, gerando situação de risco à incolumidade pública ou privada.

Com isso, 12 veículos foram apreendidos, sendo 11 motos e 1 carro. Destes, 6 condutores não possuem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

LEI SECA

Na madrugada de sábado (27), também foi realizada mais uma etapa da Operação Lei Seca para retirar das ruas; motoristas que ainda insistem em dirigir alcoolizados. Até 0,33 mg/L de álcool no sangue medida pelo bafômetro é considerado infração gravíssima, punível com multa e o carro poderá ser liberado a outro condutor se for habilitado e não estiver alcoolizado. Acima de 0,34 é considerado crime de trânsito e o carro é apreendido e o motorista conduzido à Central de Polícia onde será estabelecida fiança pelo delegado para liberação.

Nesta ação foram abordados 49 carros e 18 motociclistas, com 6 remoções de veículos (quatro carros e duas motos). Estes 6 condutores foram encaminhados à Central de Flagrantes.

Segundo ressaltou a chefe da equipe, Jacqueline Luiza da Costa, muitos condutores ainda não se conscientizaram e insistem em dirigir sob efeito do álcool.

Fonte: Secom

Publicidade

Publicidade
Publicidade

O Jornal Digital Portal de Rondônia é um portal de notícias independente compromissado em transmitir os fatos, leva as principais notícias de Rondônia, do Brasil e do Mundo.

Publicidade

Facebook

Publicidade