Conecte-se conosco

Polícia

Policial Federal aposentado é liberado por falta de provas após ex-mulher ser encontrada morta

Publicado

em

Foto: Divulgação/Portal de Rondônia

Após ser detido na madrugada desta quarta-feira (04/08), o policial federal aposentado foi liberado, considerando que o resultado do exame preliminar do IML constatou a causa da morte como inconclusiva. Com isso, não havia provas suficientes para manter o suspeito preso.

Novos exames serão realizados, porém, os resultados devem ficar prontos em 30 dias. Enquanto isso o suspeito responderá em liberdade.

A Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida da Polícia Civil continua com as investigações.

Delegado fala sobre as investigações

A separação

Rosilene Chaves de Oliveira foi casada com o acusado por 25 anos, e no ano de 2020, o relacionamento teria chegado ao fim.

Medida Protetiva

De acordo com o Tribunal de Justiça de Rondônia, Rosilene tinha medida protetiva contra o suspeito, expedida pelo 1º Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. A medida foi concedida em 20 de junho de 2020, e continuava em vigor.

Três dias após a vítima conseguir a medida protetiva, o suspeito teve o porte de arma suspenso.

O crime

Aos policiais, o suspeito disse que chamou Rosilene até sua casa para os dois conversarem e reatarem o casamento. Ele disse ainda que a mulher passou mal enquanto o casal mantinha relação sexual.

O homem afirmou que as lesões pelo corpo foram causadas por massagem cardíaca na tentativa de reanimar Rosilene. A perícia constatou que a vítima possuía graves lesões no rosto, tórax e pescoço.

Fonte: Portal de Rondônia

O Jornal Digital Portal de Rondônia é um portal de notícias independente compromissado em transmitir os fatos, leva as principais notícias de Rondônia, do Brasil e do Mundo.

Facebook

error: Ė vedada a reprodução de conteúdo sem a citação da fonte ou autorização do proprietário