Conecte-se conosco

Política

Justiça Federal suspende indicação de Renan Calheiros para relator da CPI da Covid-19 que irá investigar o Governo de Rondônia

Portal de Rondônia

Publicado

em

Justiça Federal suspende indicação de Renan Calheiros para relator da CPI que irá investigar o Governo de Rondônia
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Uma liminar concedida hoje pelo juiz Charles Renaud, da 2ª Vara Federal de Brasília, impede que o senador Renan Calheiros (MDB) tome posse como relator da CPI da Covid-19, prevista para iniciar nesta terça-feira (27).

A liminar atendeu a um pedido da deputada Carla Zambelli (PSL-SP), aliada próxima ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Renan diz que recorrerá

Nas redes sociais, Renan Calheiros criticou a decisão da Justiça, disse que irá recorrer e aproveitou a mensagem para acusar o governo de Bolsonaro de promover “medidas orquestradas” contra ele na CPI.

“A decisão é uma interferência indevida que subtrai a liberdade de atuação do Senado. Medidas orquestradas pelo governo Jair Bolsonaro e antecipada por seu filho. A CPI é investigação constitucional do Poder Legislativo e não uma atividade jurisdicional”, escreveu ele. “Nada tem a ver com Justiça de primeira instância. Não há precedente na história do Brasil de medida tão esdrúxula como essa. Estamos entrando com recurso e pergunto: por que tanto medo?“, acrescentou, em seguida.

CPI vai investigar o Governo de Rondônia

A CPI da Covid, vai investigar ações e eventuais omissões do governo federal em meio à pandemia, além de fiscalizar recursos da União repassados aos governos estaduais, inclusive o Governo de Rondônia.

As reuniões da CPI irão começar amanhã e serão realizadas de forma semipresencial, com a possibilidade de participação dos senadores tanto pessoalmente quanto virtualmente.

O fato de Calheiros ter um filho governador é um dos argumentos que embasou ação apresentada pela deputada Carla Zambelli à Justiça Federal. Ela pedia que o político fosse impedido, em caráter liminar, de assumir a relatoria da CPI.

Devido à pressão, Calheiros chegou a se declarar “parcial” e garantiu que não iria votar nem relatar temas que envolvam Alagoas na comissão. Na semana passada, o Planalto agiu para que Renan Calheiros não fosse indicado relator da CPI.

Bolsonaro diz não temer CPI

Apesar do movimento de aliados nos bastidores, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje que não se preocupa com a CPI da Covid, em rápida entrevista à imprensa, após a inauguração da duplicação de um trecho de rodovia na Bahia.

“Não estou preocupado porque não devo nada”

Fonte: UOL

O Jornal Digital Portal de Rondônia é um portal de notícias independente compromissado em transmitir os fatos, leva as principais notícias de Rondônia, do Brasil e do Mundo.

error: Ė vedada a reprodução de conteúdo sem a citação da fonte ou autorização do proprietário