Conecte-se conosco

Brasil

BBB22: equipe de Linn vai à polícia denunciar crimes de transfobia

Publicado

em

Foto: Divulgação

A equipe de Linn da Quebrada está tomando providências em relação aos insultos recebidos pela cantora durante sua participação no BBB22. Após pedir para os fãs reuniram postagens transfóbicos feitas contra a cantora, a assessoria de Linn da Quebrada afirmou que pretende registrar boletim de ocorrência contra os autores.

“A advogada de Linn da Quebrada, Juliana Souza, registrará, às 15h desta sexta-feira, dia 25, na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), em São Paulo, boletim de ocorrência em defesa à artista”, diz o comunicado divulgado pela assessoria ao UOL.

Entre os alvos dos boletins de ocorrência, está o podcast Tarja Preta FM, apresentado por Robert Kifer, Arthur Petry, Bianca e Kaio D’Elaqua. Em um dos programas, os apresentadores chegaram a chamar a sister de “troço”.

“Eu acho que tem que parar de chamar travesti de ela. Começa a chamar de ‘troço’ que aí ninguém vai reclamar. Se alguém me chamasse de ele, eu só iria falar assim: ‘Não, eu não sou ele’”, disse Bianca, que é uma mulher cisgênero e heterossexual, durante o bate-papo com os demais titulares do podcast.

“São, pelo menos, três crimes de transfobia tendo a Linn como vítima”, detalhou a assessoria, “presentes em um link de um programa do YouTube, e ataques que foram reportados à equipe da Linn por meio da rede social ou por email.”

Fonte: Metrópoles

O Jornal Digital Portal de Rondônia é um portal de notícias independente compromissado em transmitir os fatos, leva as principais notícias de Rondônia, do Brasil e do Mundo.

error: Ė vedada a reprodução de conteúdo sem a citação da fonte ou autorização do proprietário