Conecte-se conosco

Geral

Tribunal do Júri de Porto Velho inicia sete julgamentos dentre eles o homicídio ocorrido em 1999

Publicado

em

O 1º Tribunal do Júri da Comarca de Porto Velho – RO agendou em sua pauta sete casos de crimes contra a vida com previsão para início dos julgamentos no dia 29 do mês de novembro e término no dia 14 de dezembro do ano em curso. Os atos solenes terão início às 8 horas.

Julgamentos em novembro:

Dia 29, será julgado o Processo n. 7053846-49.2022.8.22.0001, no qual figura o réu Carlos Roberto da Silva. O réu é acusado de ter matado, por motivo fútil, Allan Ragner. A motivação do crime, segundo a sentença de pronúncia, foi de que a vítima, por engano, bateu no portão do acusado, e este, repentinamente, efetuou uma facada no pescoço de Allan. O fato aconteceu no período da tarde do dia 17 de julho de 2022, na Rua Tulipa – Bairro Ulisses Guimarães, em Porto Velho – RO. Está prevista a oitiva de 4 testemunhas. Réu preso.

Dia 30, senta na cadeira dos réus, Weliton Muniz de Souza, o qual responde a acusação de ter cometido o crime de homicídio qualificado no Processo n. 7044232-20.2022.8.22.0001. O réu é acusado de matar Patrick Jonathan Pereira Diniz, com vários tiros de arma de fogo, no momento em que a vítima cortava o seu cabelo em um salão. Consta na pronúncia que a vítima, antes de morrer, perguntou ao acusado porque estava fazendo aquilo, em resposta o falou: “eu só quero te matar”. Está prevista a oitiva de 6 testemunhas. O fato aconteceu no período da tarde do dia 17 de abril de 2022, na Rua Largo do Rosário – bairro Areia Branca – em Porto Velho – RO. Réu preso.

Julgamentos em dezembro:

Dia 1º, será julgado o Processo n. 0000322-85.2020.8.22.0501, no qual figura o réu Marcos Lira Ribeiro, que responde pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver. O réu é acusado de matar, com várias facadas, Tarcisio Souza da Silva, na madrugada do dia 6 de outubro de 2019. O fato aconteceu na Linha C-1, Vila de São Miguel, zona rural de Porto Velho – RO. O crime seria motivado por um desentendimento da vítima com o genitor do acusado. Nesse julgamento estão previstas para serem ouvidas 3 testemunhas. Réu preso.

No dia 4, será julgado o Processo n. 7006857-82.2022.8.22.0001, em que figura o réu :  Angelo Gomes Freitas (conhecido como Negão do Marreco), acusado de matar Erivaldo Albini Procópio, com vários tiros, por motivo fútil. Segundo a sentença de pronúncia, a motivação do crime seria um tapa desferido pela vítima no rosto do acusado. O fato aconteceu durante uma confraternização realizada, dia 1º de janeiro de 2022, na Linha 2, do Assentamento Renascer, zona rural do Município de Candeias do Jamari. Para esse caso estão previstas a oitiva de 8 testemunhas. Réu preso.

Para o dia 6 e 7, serão julgados os réus Leonardo Branches Santos, preso; e Helio Branches Santos, solto. Ambos réus respondem a acusação de duas tentativas de homicídios. Eles tentaram matar as vítimas Anderson dos Santos Gomes e Pedro Gustavo Guillen de Jesus, com disparos de arma de fogo. Os fatos aconteceram no dia 21 de abril de 2020, na Rua Xangrilá, Bairro Cidade Nova, em Porto Velho – RO.  A motivação do crime seria compra de entorpecente de uma das vítimas.  Oito testemunhas estão previstas para serem ouvidas durante a solenidade do julgamento. Ambos réus respondem o Processo n. 0001434-55.2021.8.22.0501.

Nos dias 11 e 12, está previsto o julgamento do Processo n. 0005317-44.2020.8.22.0501, onde figura como réu: Anderson Ueslei Fagundes da Cruz. Ele é acusado de mandar matar Rubem Ariel Silva Souza. A motivação seria rivalidade entre facções criminosas. Segundo a pronúncia, o fato aconteceu, por volta da meia noite, do dia 23 de junho de 2020, na área aberta do condomínio Morar Melhor, situado no Bairro Aeroclube, em Porto Velho – RO. O réu responde a acusação preso. Sete testemunhas estão previstas para serem ouvidas no dia do julgamento. Réu preso.

Dia 14, será realizado o último julgamento da série de casos pautados. Nessa data sentará na cadeira dos réus: Nereu Bortole Rodrigues. Ele responde o Processo n. 0026367-30.2000.8.22.0501 sob a acusação de matar Antônio Ferreira da Silva, que estava embriagado, com vários tiros, com arma de fogo não identificada. A motivação do crime seria uma discussão entre réu e vítima. O fato aconteceu, na noite do dia 19 de agosto de 1999, no Distrito de Nova Califórnia, Jurisdição da Comarca de Porto Velho – RO. O réu responde a acusação preso. Durante o julgamento está prevista a oitiva de 3 testemunhas. Réu preso.

Fonte: Assessoria do TJ/RO

Publicidade
Publicidade

Publicidade

O Jornal Digital Portal de Rondônia é um portal de notícias independente compromissado em transmitir os fatos, leva as principais notícias de Rondônia, do Brasil e do Mundo.

Publicidade

Facebook

Grupo de notícias

Publicidade

error: Ė vedada a reprodução de conteúdo sem a citação da fonte ou autorização do proprietário